Magia Prática: Meme Magick

 

Um bom momento a todos os leitores.

Aproveito este texto, para ir além do conceito de Meme como definido em sua origem por Richard Dawkins e cair na moda dos memes de internet.

Parece terrível não é? Mas também é uma fonte interessante de poder místico se você decidir trabalhar nela.

A energia da ideia compartilhada, mesmo com memes antigos, vai se somando e pode ser colhida pelo praticante.

Como?

Uma maneira simples é você pegar um meme, separar o efeito que você quer manifestar com ele, sendo este efeito relacionado ao meme (esta é uma das limitações deste tipo de mágica, é como um catálogo pré-definido de efeitos) a partir disso utilize um efeito de ativação com doação de energia, similar a ativação de um sigilo e entre em um estado de contemplação, vendo exemplos deste meme e postando-o, eu aconselharia em fóruns anônimos para que o máximo da toxicidade online sirva de mais combustível mágico para a ação.  

Agora um exemplo prático, peguemos um meme já velho, o “Me Gusta”, o efeito para ser atingido com ele é para que coisas que você gosta aconteçam com mais frequência e sejam mais prazerosas que o normal, faça o procedimento acima citado e veja o resultado.

Esta prática tem como objetivo se aproveitar das egregoras que nascem e morrem com uma velocidade e força impressionantes, existem autores questionando se ela foi usada para reforçar os resultados da última presidencial americana, já que na última eleição presidencial aqui do Brasil o que aconteceu foi bem mais uma criação de um mito do herói, pois não teve uma figura avatar para substituir o candidato, como o Pepe the Frog foi nos EUA.

Vamos então a uma pequena lista de memes, e efeitos associados.

“Aliens Guy” – Para facilitar encontros com entidades não humanas e/ou de fora da orbe.

“Ridiculously Photogenic Guy” – Glamour para beleza.

“Lenny Face” – Sedução.

“Ebola-chan” – Para feitiços de morte e ataque.

“Ain’t Nobody Got Time for That” – Uma versão meme do fator de aceleração do tempo de Fotamecus.

Continue Reading

Practical Magic: Astral Projection At this Season of Election.

Good time to all readers.

I wanted to share my vision of this moment, a very striking moment of reality here in Brazil, from a mystical point of view.

I used the technique of Crowley’s Book 4-Magic, and I summoned a guide in a form that was comfortable to me, a human-shaped being with raven’s feet and black wings.

I astral projected with him and then asked him to take me to the symbolic center of this conflict situation that is currently expressed, I was then taken to a place similar to a city, it was not a stone forest as a metropolis, but it had high buildings usually in pairs of two, houses, streets, parks, as would be expected of a midsize town, yet everything was destroyed, in ruins, not in complete ruin as impossible to be inhabited but in ruins.  

Continue Reading

Resistência Mágica

É inevitável falar disso. Estamos em “tempos interessantes”, conforme diz o ditado/maldição; e é gritante que foi consolidado no Brasil um movimento sócio-político dedicado à perseguição de grupos vulneráveis. Em maior ou menor grau, diversas linhas magísticas serão implicadas por sua ascensão e precisamos discutir o que cada um, individualmente, pode fazer diante desse período escuro.

“Un rêve peut mourir mais on n’enterre jamais l’avenir!”

Continue Reading

Practical Magic: From the Use of the Language of Flowers.

 

A good time for all readers.

On this day , spring is the doors here in the southern hemisphere, so I thought it appropriate to share my thoughts about incorporating the language of flowers into rituals.

The language of flowers that I refer to in this text is floriography, the Victorian language that attributes meanings to each flower.  

While the use of flowers is not new in rites practiced by many systems, what I propose here is to add this meaning attributed the flowers in varied rites, to add the strength of this symbol to its magical construction.  

Continue Reading

Magia Prática: Da Utilização da Linguagem das Flores.

Um bom momento a todos os leitores.

Neste dia que escrevo este texto, a primavera está as portas aqui no hemisfério sul, então pensei ser apropriado compartilhar meus pensamentos sobre incorporar a linguagem das flores em rituais.

A linguagem das flores que me refiro neste texto é a floriografia, a linguagem vitoriana que atribuia significados a cada flor.  

Enquanto a utilização de flores não é novidade em ritos praticados por muitos sistemas, o que proponho aqui é acrescentar este significado atribuído as flores em ritos variados, para somar a força deste símbolo a sua construção mágica.  

Continue Reading

Practical Magic: Pop Magic with RPG Gods.

Good time to all readers.

When we set out to evoke some entity using the method quoted in Grant Morrison’s Pop Magic, we open ourselves to a huge range of possibilities.

My experiences with this technique led me to believe, that sometimes an entity of a close concept for the fictional entity evoked, presents itself in that form, because she was interested in our invitation, in a way similar to a person going in a social outfit because the invitation of the party said that.

We have bibliographies in which this case is narrated several times and we have magical systems that are used as base, the evocation and the study of “fictional” entities, being those that are used of the beings of Mythos of the Cthulhu are the most famous and developed in the West, at least what is more widely known to the public.

Continue Reading

Magia Prática: Pop Magic com Deuses de RPG.

Bom momento a todos os leitores.

Quando nos propomos a evocar alguma entidade usando o método citado na obra Pop Magic de Grant Morrison, nos abrimos a uma gama enorme de possibilidades.

Minhas experiências com esta técnica me levaram a crer, que as vezes uma entidade de conceitos próximos, se apresenta naquela forma, porque ela se interessou pelo nosso convite, de uma maneira similar a uma pessoa ir com uma roupa social em um evento, pois o convite da festa dizia isso.

Temos bibliografias no qual este caso é narrado diversas vezes e temos sistemas mágicos que utilizam como base, a evocação e o estudo de entidades “ficcionais”, sendo os que se utilizam dos seres dos Mitos de Cthulhu a mais famosa e desenvolvida no ocidente, pelo menos o que é mais divulgado ao público.

Continue Reading

OS Motivos.

Faz um bom tempo que não escrevo por aqui, e é justamente esse o assunto que escolhi para voltar. Durante minha ausência eu não fiquei parado e não deixei minhas práticas de lado, pelo menos as que funcionam, e sinceramente eu não queria voltar a escrever, não mesmo! Se não fossem alguns bons amigos eu não escreveria mais. Porém eles foram bem sinceros ao dizer que mesmo com todos os problemas, todo o “mimimi” e todos os “achismos” e “esquisoterices”, escrever sobre ocultismo vale a pena, e “alguém tem de fazer o serviço sujo”.
Então, por que eu decidi não escrever durante um tempo?
Antes de responder, vale à pena avisar que eu não estou aqui para te agradar, nem escrever o que você quer ler, se seu objetivo é encontrar alguém que sempre concorde com você ou que só escreve aquilo que você acha certo, vá para outro lugar!
Você foi avisado. Leia por sua conta e risco!

Continue Reading

Mind Magic

A good time to all readers.

If we consider that the magic is all change to reality through the exercise of will, then all prayer is magic, I know it is controversial that statement, but it fits well within that definition.

It makes me think and share with you the idea of mind magic, it can be two different cases, the first being the magic generated in the mind and the second the magic that affects the mind, in this text I will focus myself on the generated magic in mind.

It is essentially more difficult than spells of other aspects such as the ceremonial magic, but why that? 

Continue Reading