O fim do mundo (como o conhecemos)

A cada década ou número mágico de anos, sempre aparecem teorias sobre o fim do mundo. Uma das mais conhecidas é a tal data limite prevista por Chico Xavier, que seria 2019. Será que isso está relacionado a essa pandemia agora em 2020?

Já fazem alguns anos que nós aqui do Platinorum, numa discussão sobre a era de Aquário, descobrimos que em fev/2021 terá uma janela astrológica poderosíssima na energia de Aquário.

Este signo carrega a energia de revolução, de mudanças, de coisas novas. Já fazem meses que conhecidos próximos com dons oraculares tem sentido que coisas tenebrosas iriam acontecer. Confesso que ninguém que conheço conseguiu prever exatamente o que aconteceria, mas sabia que algo estava por vir, em várias etapas.

Mas tirando essa visão apocalíptica e catastrófica do que estamos passando, uma coisa é certa, o mundo como o conhecemos acabou. Essa pandemia está pondo a prova sistemas de governo, de trabalho, de interação social. Está nos forçando a evoluir em questões muito profundas que demorariam talvez décadas para acontecer, em um curto espaço de tempo.

O maior país capitalista do mundo está com medidas para distribuir dinheiro a população. Foi cogitado taxar grandes fortunas em outros, vimos a importância de sistemas de saúde público. Estamos perdendo aqueles que guardam nossas origens ancestrais. Temos que reavaliar profundamente nossa relação com a Natureza.

E enquanto o mundo é acometido por uma doença respiratória, a nossa mãe Terra respira aliviada por alguns momentos e com isso ela vai conseguir dar um passo para a próxima etapa na sua escala evolutiva planetária. Nós somos fagulhas na evolução do Universo.

Isso não quer dizer que o mundo de amanhã será melhor do que o de hoje, ou o que foi ontem, mas certamente será diferente. Cuidem daqueles que são próximos, respeitem o isolamento e as medidas de saúde.

E principalmente, usem este momento para reavaliar toda a sua vida espiritual. Não esquecendo que os deuses que carregam as mortes e as doenças, nesse momento, exigem o silêncio e o respeito necessários.

Eu recebi uma circular do astrodienst, no dia 26 de fev, com as previsão astrológica do mês de março, leia a imagem abaixo:

Com Saturno em Aquário até julho, levantará questões sobre individualidade e coletividade e sobre os limites da liberdade pessoal. Soa muito com a quarentena?

Eu acredito que com a saída temporária de Saturno em julho, deva aliviar um pouco toda essa tensão sobre o que estamos vivendo, até que ele retorne com toda força mais adiante.

Aqui está a janela de Aquário que falei acima:

Mapa Gratuito 100%

Esse é o mapa da janela de Aquário. Certamente ela influenciará como nós agimos (Marte) aqui no plano material (Touro) e em relação as sombras que isso carrega (Lilith). Urano a nível coletivo traz a mudança, mas também pode trazer a rebeldia, em touro Urano está em queda, desde 2018 está em touro, trazendo instabilidade e exigindo mudanças econômicas.

Com sua revolução (volta no Sol), acontecendo a cada 84 anos, a última vez que ele esteve em touro, foi exatamente durante a Segunda Guerra Mundial, que forçou o mundo a se unir contra um inimigo em comum.

Hoje a guerra é contra um inimigo invisível.

É difícil trazer notícias nada animadoras, mas temos que entender que as mudanças são necessárias e esse momento deve aumentar o senso de coletividade, como já podemos perceber em vários aspectos.

Cuidem-se, evitem contato com pessoas na faixa de risco, valorizem nossos idosos, sigam as recomendações dos órgãos de saúde, mantenham-se com sua fé em dia e principalmente: fique em casa.

Continue Reading

Porque estudar oráculos

A habilidade de “prever o futuro” ou “ler a sorte” sobre foi associada com magistas; em certos idiomas a origem de palavras que em português se traduzem para “feiticeiro” ou “bruxo” vêm de algo que designava ou adivinho ou oráculo (como “sorcerer” do inglês, que se deriva de “sors” – palavra latina que designava a resposta de um oráculo). Ainda hoje, é muito comum que um magista iniciante procurando orientação em grupos seja indicado a buscar um oráculo e estudá-lo em profundidade.

Mas por quê afinal esta habilidade é tão importante? Onde ela impacta no desenvolvimento e prática do magista? E afinal: como é que os oráculos funcionam? Irei expor aqui meu ponto de vista sobre essas questões.

Continue Reading

O Paradigma Animista

A magia do caos nos introduziu o conceito de “paradigmas mágicos” – modelos teóricos de onde partem nossa cosmovisão e pressupostos, onde podemos estruturar o trabalho mágico. Patrick Dunn, em seu livro Postmodern Magic, estabelece quatro paradigmas principais e coloca o animismo como uma variante do “Paradigma Espiritual”. Porém, esta linha de pensamento nos oferece uma visão de mundo complexa que muda por completo a nossa abordagem magística e merece uma análise aprofundada.

Imagem destacada: cena de “A Viagem de Chihiro” retratando uma divindade que também era um rio.

Continue Reading

O mesmo vôo, outros caminhos

Este será um post um tanto mais pessoal meu, o Ravn. Vocês se lembram de mim mais pelos escritos sobre paganismo germânico, porém recentemente tenho falado um pouco menos sobre este assunto e mais sobre teoria mágica geral. Meu conteúdo aqui é um reflexo do que se passa em meu próprio caminho magístico, e senti necessidade de comentar sobre o rumo que tomará de agora em diante.

Continue Reading

Eliza e o sentido da vida

  • Andando na rua, um pássaro traz uma mensagem.
  • As nuvens te lembram de ovelhas da fazenda da infância, ligas para um amigo com quem não fala há tempos, e ele agora precisa de sua ajuda. Ou companhia para uma conversa.
  • Na dúvida de aceitar um trampo novo, tu vês um ônibus com propaganda de curso de pós-graduação. É o caminho que tu queres seguir. Figurativamente e literalmente, afinal é o ônibus que te leva para casa.
  • Todos nós já lemos cartas de Tarot.
  • Alguns de nós conhecem as Runas.
Continue Reading

As Camadas Sutis Dos Seres

Os chakra brilha tanto que até precisa de uma tinta diferente pra mostrar

Esse é um texto atualizado em duas partes Veja a Parte 2 Aqui. Reforma os seguintes textos : Os Chakras, uma visão Holística e O Que Está Dentro e o Que Está Fora

Muito se fala dos corpos sutis humanos, como se não se comunicassem entre si.

Claro, sempre que vemos um texto desses alguém vem e fala “mas isso é didático, é tudo um”. O problema é que raramente levamos isso em conta. Mais do que comum é nos vermos dividindo os corpos e ignorando as relações entre eles.

Continue Reading

A Mão Esquerda da Bruxaria

A bruxaria já teve inúmeras definições, redefinições, nascimentos e renascimentos no decorrer dos tempos. Dentro de um recorte que foca na Bruxaria Tradicional é possível encontrar diversas características em comum entre uma vertente e o outra e também curiosos pontos de encontro com o Left-Hand Path – uma vertente com maior influência do hermetismo e Thelema. Analisaremos essas semelhanças como uma forma de começar um diálogo entre esses dois caminhos mágicos.

Continue Reading