Yggdrasil – Os Nove Mundos da Tradição Nórdica Parte.2

midgard_wallpaper___yggdrasil_by_playswithwolves-d5cz2tz (2)

No primeiro post, conhecemos os princípios básicos a cerca da Yggdrasill, a Árvore do Mundo no qual a cosmogonia nórdica está apoiada. Agora, iremos conhecer um pouco mais sobre os Nove Mundos que são usados para compreender a realidade. Tomaremos uma abordagem que introduz tanto um ponto de vista mais próximo do mitológico, quanto o daqueles que preferem a visão psicológica.

Continue Lendo

O Grande Erro do Yin-Yang No Ocidente

É muito comum hoje em dia. Em todos os lugares, vemos pessoas falando sobre o conceito chinês do yin-yang.

Comparam-no com o binarismo maniqueísta ocidental, falando de bem e mal. Alguns dizem que são energias fundamentais da criação, das quais outras derivam. Outros ainda dizem que são inseparáveis.

É hora de colocar um basta nesses erros conceituais. Yin e Yang não são energias. Não são o bem e o mal. Não são inseparáveis. Não são sequer um elemento essencial da existência como um todo – são tão somente um elemento primordial de nossa existência enquanto seres que existem “entre a terra e o céu”.

Mas vamos explicar isso direito. E para explicar direito, é necessário sabermos o contexto e as ideias que permeiam o conceito de yin-yang.

Continue Lendo

Yggdrasil – Os Nove Mundos da Tradição Nórdica Parte.1

midgard_wallpaper___yggdrasil_by_playswithwolves-d5cz2tz (2)

A Tradição Nórdica interpreta o Universo na forma da “Árvore do Mundo”, com os Mundos da existência dispostos em seu tronco, raízes e galhos; chamada de “Yggdrasill”, seu nome significa “Cavalo de Ygg” – uma referência ao deus Óðinn (que possui muitos nomes, sendo “Ygg” um deles) e sua autoimolação na Árvore, obtendo o conhecimento das runas e da magia no processo. Em nossa exploração da Magia Nórdica, começaremos entendo sua cosmogonia tanto do ponto de vista da mitologia quanto magístico.

Continue Lendo