Iluminação e Insanidade

Um bom momento a todos os leitores.

Um dos componentes mais essenciais que encontrei no sucesso das operações e rituais mágicos que pratiquei, foi a capacidade de ter fé no resultado, o esforço para convencer a mente de que o resultado iria se manifestar literalmente, de que uma entidade iria aparecer materialmente na minha frente,  que objeto evocado iria surgir e que o feito, iria se realizar conforme o descrito.

Continue Reading

As Chaves e suas Fechaduras

Um símbolo é, em primeiro lugar, um grafismo ou ícone; aquilo que ele irá significar depende de lugar, época, contexto. Tendo isto em mente, podemos deduzir que o sagrado para um sistema não é o símbolo em si, mas sim aquilo que estamos buscando através deles. Tornamo-os chaves, meios simples de abrir um imenso repertório de imagens e sensações – é por isso que dizemos que “o Segredo protege a si mesmo”, conhecer os símbolos é inútil sem consciência daquilo a que se deve remeter. Logo, um sistema com simbologia similar ou mesmo igual a outro pode estar lidando com energias completamente diferentes – e para ilustrar essa ideia, farei uma análise partindo da iconografia nórdica com que trabalho.

Imagem destacada: “Vejviser lønnøgle”, arte de Ræveðis

Continue Reading

Quem tem medo do Abismo?

“Quando se olha muito tempo para um abismo, o abismo olha de volta para você”, diz o cliché de Nietzsche. Não apenas filósofos como muitos autores magistas se debruçaram sobre o assustador “Abismo” presente no Universo e no interior de nossas Mentes. Seria um local ilusivo, confuso e sombrio – porém também detentor de um imenso potencial oculto. Exploraremos algumas de suas concepções, com uma ênfase nos pontos de vista draconiano e hermético.

Continue Reading

Pratical Magic: Case 1 – Of the Evocation and Invocation of Scrooge McDuck.

A good time to all readers.

Since its creation by Carl Barks at the end of the 40s, the character Uncle Scrooge, has been an example of successful capitalist, a winner by their own efforts and an advertisement for generations of children on meritocracy.

He is the richest duck in the world, a successful dealer in any areas that venture, making the set of ideas that accounts for the title of Uncle Scrooge a powerful force if evoked.

Continue Reading

Arte, Ciência e Magia

 

Um bom momento a todos os leitores.

Peguei-me pensando na natureza mais artística do que científica da magia, porque assim como na arte, você pode estudar o trabalho dos grandes mestres, mas isso não vai garantir que você consiga reproduzi-los, o caminho da magia é um caminho de descobertas muito individuais, ela é quase como um redescobrir da roda e do fogo por cada praticante.

Continue Reading

Magia Prática: Caso 1 – Da Evocação e Invocação de Patinhas McPato.

Um bom momento a todos os leitores.

Desde sua criação por Carl Barks, no final da década de 40, o personagem Tio Patinhas, tem sido um exemplo de capitalista bem sucedido, de um vencedor por seus próprios esforços e uma propaganda para gerações de crianças, sobre a meritocracia.

Ele é o pato mais rico do mundo, um negociante bem sucedido em quaisquer áreas que se aventure, tornando o conjunto de ideias que responde pelo título de Tio Patinhas uma força poderosa se evocada.

Continue Reading

Da evocação de novas entidades

Um bom momento a todos os leitores.

Nesta primeira peça que escrevo neste distinto espaço, gostaria de expressar meus pensamentos sobre a evocação de entidades, que não são catalogadas em fontes públicas ou facilmente acessíveis deste tipo de conhecimento.

Começo com a dúvida do porque tentar evocar uma entidade nova se existem grimórios e procedimentos religiosos ancorados em tradições e fé, e minha resposta para isso seria a mesma que uma pessoa daria do porque contratar um especialista em uma área e não outro.

Continue Reading