Atualizando Conceitos

Há alguns anos iniciei minha caminhada magística além do campo teórico.

Nesses anos aprendi muita coisa, e revi muitos conceitos antigos que tinha.

Assim sendo, irei a partir de hoje reescrever vários posts antigos meus, colocando neles uma nova percepção. Os posts serão apagados conforme for necessário, com o link para o novo post que trata desse assunto sendo colocado nesse post que vocês leem agora.

Tudo muda. Em certos momentos, temos que estar preparados para essa mudança. E, por isso mesmo, vejo que é hora de renovar meus pensamentos e meus posts a respeito dos mais variados assuntos. Espero ver vocês lá!

  • Desmond
Continue Reading

Ame, Ame Desigualmente

Hoje me peguei pensando em vegetarianismo, e uma dúvida que os defensores mais fanáticos de uma doutrina vegetariana/vegana usam: “Se você ama seu animal de estimação, porquê come carne? A carne vem de animais também!”.

Não entrarei muito aprofundadamente nessa discussão, mas achei importante analisar um aspecto espiritual mais profundo da mesma.

O amor, deve ser dado igualmente a todos os seres?

Continue Reading

O Dao

O que é o Dao (Tao)?

Porquê se chama Dao?

Como o alcançar?

Essas são algumas das perguntas que o interessado em esoterismo chinês pode se fazer, logo que houve as primeiras palavras a respeito do Daoismo.

É importante compreenser que esse sistema religioso/magístico surgiu como uma reação. Uma reação à perseguição e destruição de toda uma Era.

Entendamos, e talvez possamos responder a essas perguntas.

Continue Reading

João de Deus: O Médico e o Estuprador

Fei bagarai

 

João de Deus.

Médium, dono de casas de desobsessão em Goiânia, no Sul e na Suíça.

Estuprador e aparentemente traficante de urânio.

Deve ser uma fraude, certo?

Não importa quantos milhares de pacientes ele tenha dito que curou, não importa o quanto sucesso tenha, se ele é da parte dos “malvados”, só pode mesmo é ser um charlatão sem poder divino nenhum.

Pelos deuses, cresçam!

 

Continue Reading

Médium ou Adepto?

Se tem algo que me irrita no hermetismo é como ele desfaz daquilo que desconhece ou que pode potencialmente diminuir seu valor auto-percebido.

Por isso, tomei alguns minutos para, assim como fiz com Blavatsky (que, aliás, estava a toda nessa onda), comentar um pouco sobre a visão hermética da mediunidade.

Como estudante de hermetismo por um bom período, acupunturista e médium, tenho algumas coisas a falar a respeito – afinal, frequentei ambos os meios.

Vamos a isso.

 

Continue Reading

Destilando Ódio a Blavatsky

Boba! Feia! Yogi gorda! Adepta de olho inchado! Fumante que reclama que os espíritos só vêm nas suas sessões para fumar, beber e falar putaria!

No meio oculto, alguns personagens sempre têm destaque – especialmente no hermetismo. Papus, Eliphas Levi, Crowley, Agrippa…. e, porquê não, Helena Petrovna Blavatsky. Contudo, ainda que alguns tenham sido muito conhecidos em sua época e até mesmo pelos seus posteriores, é muito difícil vermos alguém que tenha uma opinião moderna sobre esses autores.

Claro, opiniões todos têm – mas poucos textos nos dão uma ideia de como é sua escrita e qual é a sensação de ler o que o autor escreve. Mais importante ainda, pouquíssimos textos discutem a filosofia básica do autor e suas influências.

Pois bem. Façamos isso, pois acho que vale a pena.

 

Continue Reading

Três Formas de Tesão

A referência é meramente metafórica. Todos os envolvidos eram maiores de idade. Já naquela parte de ser “de maior” que começa a ficar triste (os 30 tão logo ali…), diga-se de passagem.

Iniciando um novo “quadro” aqui no Platinorum, em Experimentos Esotéricos compartilharei um pouco de minhas experiências práticas na área do esoterismo, assim como nosso convidado especial, Dheib, o fez.

Hoje, três formas de tesão!

 

Continue Reading

As Qliphot dos Médicos Emocionais

Conforme passam-se os dias no meu atual ritual de purificação, recebo mais e mais inspirações quanto a conhecimentos que se mostram práticos para a vida terrena no momento atual.

Hoje, pretendo compartilhar com os meus irmãos e irmãs um novo conhecimento que, a pesar de ter sido em sua maior parte intuído (logo, muito possivelmente incompleto), ainda assim me parece lógico e útil.

Sigamos.

 

 

Continue Reading