O fim do mundo (como o conhecemos)

A cada década ou número mágico de anos, sempre aparecem teorias sobre o fim do mundo. Uma das mais conhecidas é a tal data limite prevista por Chico Xavier, que seria 2019. Será que isso está relacionado a essa pandemia agora em 2020?

Já fazem alguns anos que nós aqui do Platinorum, numa discussão sobre a era de Aquário, descobrimos que em fev/2021 terá uma janela astrológica poderosíssima na energia de Aquário.

Este signo carrega a energia de revolução, de mudanças, de coisas novas. Já fazem meses que conhecidos próximos com dons oraculares tem sentido que coisas tenebrosas iriam acontecer. Confesso que ninguém que conheço conseguiu prever exatamente o que aconteceria, mas sabia que algo estava por vir, em várias etapas.

Mas tirando essa visão apocalíptica e catastrófica do que estamos passando, uma coisa é certa, o mundo como o conhecemos acabou. Essa pandemia está pondo a prova sistemas de governo, de trabalho, de interação social. Está nos forçando a evoluir em questões muito profundas que demorariam talvez décadas para acontecer, em um curto espaço de tempo.

O maior país capitalista do mundo está com medidas para distribuir dinheiro a população. Foi cogitado taxar grandes fortunas em outros, vimos a importância de sistemas de saúde público. Estamos perdendo aqueles que guardam nossas origens ancestrais. Temos que reavaliar profundamente nossa relação com a Natureza.

E enquanto o mundo é acometido por uma doença respiratória, a nossa mãe Terra respira aliviada por alguns momentos e com isso ela vai conseguir dar um passo para a próxima etapa na sua escala evolutiva planetária. Nós somos fagulhas na evolução do Universo.

Isso não quer dizer que o mundo de amanhã será melhor do que o de hoje, ou o que foi ontem, mas certamente será diferente. Cuidem daqueles que são próximos, respeitem o isolamento e as medidas de saúde.

E principalmente, usem este momento para reavaliar toda a sua vida espiritual. Não esquecendo que os deuses que carregam as mortes e as doenças, nesse momento, exigem o silêncio e o respeito necessários.

Eu recebi uma circular do astrodienst, no dia 26 de fev, com as previsão astrológica do mês de março, leia a imagem abaixo:

Com Saturno em Aquário até julho, levantará questões sobre individualidade e coletividade e sobre os limites da liberdade pessoal. Soa muito com a quarentena?

Eu acredito que com a saída temporária de Saturno em julho, deva aliviar um pouco toda essa tensão sobre o que estamos vivendo, até que ele retorne com toda força mais adiante.

Aqui está a janela de Aquário que falei acima:

Mapa Gratuito 100%

Esse é o mapa da janela de Aquário. Certamente ela influenciará como nós agimos (Marte) aqui no plano material (Touro) e em relação as sombras que isso carrega (Lilith). Urano a nível coletivo traz a mudança, mas também pode trazer a rebeldia, em touro Urano está em queda, desde 2018 está em touro, trazendo instabilidade e exigindo mudanças econômicas.

Com sua revolução (volta no Sol), acontecendo a cada 84 anos, a última vez que ele esteve em touro, foi exatamente durante a Segunda Guerra Mundial, que forçou o mundo a se unir contra um inimigo em comum.

Hoje a guerra é contra um inimigo invisível.

É difícil trazer notícias nada animadoras, mas temos que entender que as mudanças são necessárias e esse momento deve aumentar o senso de coletividade, como já podemos perceber em vários aspectos.

Cuidem-se, evitem contato com pessoas na faixa de risco, valorizem nossos idosos, sigam as recomendações dos órgãos de saúde, mantenham-se com sua fé em dia e principalmente: fique em casa.

Você também vai gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *