Melhorando sua vida com Magia!

Cada um possui um motivo para estar dentro da prática mágika, há quem queira ficar rico, ter mais sexo, um melhor emprego, iluminação, poder, cada um com seu motivo. Dentro de uma perspectiva mágica tudo é válido, quem realmente entende de mágika sabe que ela não vai fazer julgamento moral do que você quer. Aqueles que realizam evocações sabem que o espírito em também não vai julgar seu desejo, claro que o espírito possui as limitações da esfera dele, mas isso é outro problema. Mas no fim das contas é você que vai ter de responder:

O que você quer?

Se ainda não possui uma resposta, sente e pense.
Agora tenho mais uma pergunta, ou você acreditou que eu estou aqui para te ajudar?
De que adianta tudo isso se não for ter uma vida melhor?
Pense novamente sobre seus objetivos, será que eles são para que você viva melhor? Ou são somente desejos fúteis que mais atrapalham do que ajudam? Tem regras demais? Dificulta demais?

Tá bom! Chega de perguntas! Agora vou explicar um pouco.

Existem algumas modinhas de internet que são difíceis de entender, um grupinho diz que magia é para te tirar do conforto, e que para realmente ter resultados você vai ter de ralar e correr muitos riscos, perigo de morte ou coisa pior. Outros vão oferecer um monte de ferramentas, Walmart da Magia, para você viver melhor, com plenitude, prosperidade e realizar seus sonhos. E os dois estão certos.

Magia é como a vida, nada mais que isso e nada menos também. Mesmo a mais plena e feliz das vidas possui suas dificuldades, perigos e aborrecimentos. Não adianta, tudo tem um preço. Eu não sou um mega investidor da bolsa de valores e não ando em uma Ferrari, resultado: eu não estou nem aí se a bolsa de valores cai ou não! Tudo bem que eu não tenho uma mansão e outros benefícios que um mega investidor tem, mas também não tenho as preocupações dele, bem como ele não está preocupado com a conta de luz ou internet.

“Se um homem quer muito um caminho deve estar disposto a sacrificar por ele!”

Resumindo: a sua prática deve forçar sua caminhada para seu objetivo final, se o objetivo mudar, o que é natural, a prática deve adequar-se. O ocultismo ocidental está perdido em fórmulas, regras, teoremas, nomes, rituais e masturbação. Esquecemos a parte prática o pragmatismo. Sabemos nomes e mitos de todos os Orixás, mas não sabemos ofertar um ebó de saúde. Evocamos seres abissais, aliens e personagens do Senhor dos Anéis, mas não sabemos como limpar uma casa cheia de miasmas e outros probleminhas simples. Falamos de Árvore da Morte e não passamos na frente de cemitérios, falamos de Árvore da Vida e fingimos que não vemos a miséria a nossa volta. Sabemos todos os mantras e não damos bom dia para o porteiro. O Livro da Lei está na ponta da língua, mas aceitamos um chefe ou relacionamento abusivo só para não perdermos aquilo que não tem valor algum.

Pare e pense se sua prática está focada, direcionada a um objetivo. A vida e feita de fases, e a mágika acompanha a vida.

AKIN. XI

P.S.: Essa é uma séria de pequenos textos para melhoria da prática mágica de cada um e trazer alguns questionamentos esquecidos.

Você também vai gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *