Mágica Prática – Caso 2 – The Sims 4 e Sigilos

Um bom momento a todos os leitores.

Vou aproveitar esse texto e compartilhar um processo de magia prática que desenvolvi, para que vocês possam testar.

Ele utiliza os métodos básicos de  sigilização, conforme bem descrito por Austin Omar Spare e por uma questão de preferência minha, o jogo The Sims 4.

O método é bem simples, você utiliza o método de sigilização do Austin, transformando seu nome completo em um sigilo, a partir daí constrói o personagem que neste jogo em específico, tem uma grande gama de customização, então recomendo que você construa um personagem com a maior similaridade que você conseguir com a sua pessoa, para gerar uma sintonia maior com a ideia de se perceber no jogo.

Escolha suas aspirações e objetivos no jogo, como a situação que você quer vencer ou uma visão ideal do que você almeja alcançar.

Coloque seu nome sigilizado no personagem, gerando com isso uma conexão entre o seu intento e ele.

Energise o sigilo da maneira que você considerar apropriada, levando em conta as bibliografias sobre o assunto, como o trabalho do próprio Austin,  só que ao invés de esquecer este sigilo, você vai vivenciá-lo em sua jornada através do jogo, se aproximando mais do conceito de hipersigilo, como descrito por Grant Morrison. 

Então jogue.

A jornada vai ser o método para que você associe seus problemas como símbolos identificáveis dentro do jogo, transformando suas vitórias em potencial místico para afetar a sua realidade mundana, o risco é que você pode acabar interiorizando suas derrotas no jogo também, mas com o devido cuidado este é um preço pequeno a se pagar, afinal nenhum almoço é de graça.

Quanto mais dedicada e complexa for essa jornada (não aconselho o uso de cheats, pois isso tira sua imersão mística no processo), mais você estará inserido nela e com isso os efeitos são maximizados, uma vez que você terá uma simpatia e identificação maior com o que está acontecendo.

Quando você sentir que jornada finalizou e seus objetivos foram cumpridos no jogo, para selar este ritual, delete o save, permitindo que toda essa jornada se manifeste em você, sendo uma maneira para que sua realidade pessoal consiga afetar a realidade externa.

Eu escolhi esse jogo como exemplo,  porque é fácil de fazer associações  nas simulações que o jogo permite, porém nada impede você leitor, de adaptar este rito para o seu jogo favorito, o processo de identificação através do seu nome como um sigilo é que é o componente mais básico desse ritual.

Você pode, por exemplo, identificar seus inimigos no jogo, como um problema antropomorfizado e se associar vencê-los, a vencer seus problemas.

Convido-os então a compartilhar seus pensamentos e resultados nos comentários.

Grato pela atenção.

Dheib.  

Você também vai gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *