O Novo Aeon

– Xeper!

Todo mundo adora repetir por aí que estamos no Aeon de Hórus.

Mas alguém sabem realmente o que é um Aeon?

Obviamente o conceito foi fortemente consolidado pelo famosinho conhecido de todos, Crowley. O que se propagou por ele é que Aeons seriam eras por onde a humanidade passa. Coisa que a galera resolveu conectar com o lance de que estamos nos encaminhando para a era de Aquário, que é onde a precessão do equinócio ocorrerá apontando para a constelação de Aquário (obrigado aulas de astronomia).

How Fancy.

Baseado nisso, Crowley se auto intitulou o profeta do Aeon de Hórus, e proferiu a palavra Thelema, que significa Vontade em grego.

E isso é verdadeiro, mas vamos revelar alguns segredos.

Não existe apenas um Aeon, pois ele está muito além dos limites do espaço-tempo. Poderíamos definí-lo como uma ressonância, o pulsar vital do grande dragão cósmico que deu origem a toda a nossa realidade. O Aeon é a remanifestação da Vontade em uma larga escala. Os Aeons podem coexistir, pois não há uma única ideia permeando todo o cosmos.

Essa ressonância afeta a progressão evolutiva do mundo, pois ela serve de caminho para que outros também possam remanifestar Aeons. Um Aeon precisa de um profeta, um profeta será aquele que se tornou um Magus. O grau de Magus da Astrum Argentum, necessita do trabalho do Magus:

“Meu (minha) filho (a), em nossa Ordem respeitamos os poetas, que são encarnações do espírito de suas épocas; porém acima de tudo veneramos os Magos da A.·. A.·. , que são o próprio espírito dos Aeons manifestado em carne. Cada um deles é chamado Logos, ou Logos Aionos: quer dizer, a Palavra do Aeon ou da idade, porque em verdade eles são a Palavra. É o destino deles preparar a quintessência da Vontade de Deus, isto é, do homem, em sua Fartura e por completo, irradiando pelo espaço inteiro de nossa espécie a sua Luz Única. E a Luz deles é simples, e radical, podendo eles ser chamados pela própria Fórmula que enunciam. Pois se bem que as Palavras dos magos são muitas, no entanto é o Logos deles todos um só: e por sua Palavra o Mago recria a humanidade em uma forma essencial de vida, e a humanidade muda em seu mais intimo conhecimento de si mesma. Então esta mudança se espalha, pouco a pouco, em seus efeitos visíveis e puramente materiais.”

É dito na AA que apenas no equinócio dos deuses, ao fim de um Aeon (vou chamar de Aeon natural pra termos uma distinção), um Magus profetiza a fórmula e a palavra do Aeon seguinte, extinguindo o anterior. Como bem sabemos o aeon do Cristo ainda está por aí. Essa afirmação não é de todo verdadeira, porque nós estamos em um eterno agora. A percepção do tempo é a apenas a ilusão da continuidade, os Aeons sempre estarão coexistindo com mais ou menos intensidade. Bendito é aquele que une os diferentes poderes para que eles continuem ressoando e abrindo canais para outros também o fazerem.

Nosso papel aqui é aniquilar os magos clássicos, sob as vestes de Prometheus.

A fórmula de um Aeon é a frase que o sustenta, para que a palavra possa se manifestar. No Aeon de Hórus, a fórmula está no Amor é a lei, amor sob Vontade. E sua palavra é Thelema. Com isto todos os magos modernos se fundamentam na busca por sua Vontade pessoal. Quando eles revelarem-se em toda a escuridão do seu ser, encontrando a sua própria estrela prateada, abrirá-se a possibilidade de que eles se iluminem para a remanifestação, assim surgirão outros Aeons. Enquanto uma metamorfose pessoal é um tornar-se contínuo, individual, o Aeon se dá numa escala global. 

Eles serão poucos, porque apenas um Magus poderá fazê-lo.

O Platinorum é influenciado por vários Aeons atualmente. Como o Aeon de Seth e o de Zain.

Caso você queira saber mais sobre o assunto, leia os livros do Kenneth Grant.

Aqueles que tiverem sucesso na Iniciação desse mistério, devem dar forma a sua própria rebelião, cristalizando sua compreensão do Universo e criando uma nova corrente única para si mesmo. Assim ele refinará o Aeon existente ou criará sua própria ressonância. Mas lembre-se que quanto mais se conhece a serpente, mais selvagem e imprevisível ela é.

 

E o Sétimo filho da Estrela Negra falou: Matarás todos os deuses do homem, e sobre as suas ruínas brinque como uma criança.

 

 

Você também vai gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *